terça-feira, 2 de junho de 2015

Sem tempo para continuar as postagens de "Um amante berbere" Mas, voltarei!!!!

Nao tenho tido tempo e nem sabor para escrever...não sei o que há comigo, sinto-me desanimada e sempre cansada...mas, assim que eu me sentir com coragem de começar a postar, darei mais atencao ao blog.
Na verdade, esse blog me faz voltar ao passado: lembranças boas e ruins vem a minha mente galopantemente. Tudo que Addi me contou e tentou me mostrar está acontecendo no mundo. O que me deixa mais apavorada é essa entrada do Islã no Brasil e do Comunismo, duas coisas bem perigosa para países livres e  que querem continuar assim.
Mas, não vou comentar sobre essas coisas agora. Eu só queria dar um "alô" para todos, dizer que assim que eu puder eu volto...e desejo que todos e todas se mantenham lindamente saudáveis e contentes, por favor!  Amem-se, amem vossas famílias e nosso Brasil!!!!

Com amor

FRI


segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Primeiro Blog aqui

--------------------------------------




Photo Cube Generator
..
http://amandonoegitolovinganegyptian.blogspot.com/
...
Quando eu fiz esse novo blog nao passei todas as postagens do primeiro, assim quem quiser ter mais informacoes pode acessa-lo atraves do banner acima, basta clicar nele ou copiar o link e colocar no seu browser
http://amandonoegitolovinganegyptian.blogspot.com/---------- ......






domingo, 30 de novembro de 2014

Postagens completas de Um homem árabe para chamar de seu, um amante berbere - Fri and Addi - Marrocos



foto de 2008/2009 - depois do Addi fiquei mto mais bonita do que antes, mas pouco tempo depois de sua morte comecei a definhar....
Deixo essa foto daquele tempo, pois me lembra os bons tempos que vivemos juntos.

Desde a primeira postagem até a última desse mes de agosto de 2012

1- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/04/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu.html

2-
http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/04/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu_11.html
Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 2°parte

- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/04/em-lembranca-da-mae-de-addi-musicas.html

3- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/04/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu_12.html

4- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/04/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu_15.html

5- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/04/um-pedacinho-de-frankfurt-e-tao-grande.html

6 - http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/05/espanha-musica-do-sammy-davis-jr.html

7- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/05/espanha-pela-manha-cedo-ouvi-passos-nos.html

8- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/05/foto-retirada-daqui-httpgoffo.html

9- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/05/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu.html

10- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/05/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu_31.html

11- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/05/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu_5555.html

12- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu.html

13- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu_03.html

14- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/05/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu_4702.html

- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/how-to-wrap-berber-touaregturbant-afgan.html

15- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/fotos-desse-site-httpwww.html

16- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-amante-arabe-o-amor-do-homem-arabe.html

17- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu-de-um.html

18- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu-de-um_19.html

19- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu-de-um_21.html

20- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/music-for-deep-sleep-healing-power-of.html

21- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um.html

22- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_22.html

23- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_3200.html

24- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_23.html

25- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-amante-berbere-um-homem-arabe-pra.html

26- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_26.html

27- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_27.html

28- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_25.html

29- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_28.html

30- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_9625.html

31- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_30.html

32-http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/07/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um.html

33-http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/07/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_05.html

34- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/07/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_5131.html

35- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/06/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_7106.html

36-http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/07/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_26.html

37- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/07/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_28.html

38- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/07/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_30.html

39-http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/07/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_31.html

40- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/08/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_2699.html


-http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/08/postagens-ja-repostada-um-homem-arabe.html
-http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/08/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu-um_05.html
http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/08/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu-um.html
-------------------------------------------------------------------------------------

  Parte 95° -

 Parte 94°- 

http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2013/11/parte-95-um-amante-berbere-um-homem.html

Parte 93°- 

http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2013/10/parte-93-um-amante-berbere-um-homem.html

Parte 92°- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2013/07/parte-92-um-amante-berbere-um-amante.html

http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2013/06/postagem-92-de-um-amante-berbere-para.html

Parte 91°- 

Músicas - http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2013/06/um-homem-para-chamar-de-seu-um-amante.html

Postagem 91°

http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2013/06/um-homem-arabe-para-chamar-de-seu-um.html

Parte 90 -

http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2013/02/parte-90-um-homem-arabe-para-chamar-de.html

Parte 89° Um homem árabe para chamar de seu, um amante berbere Fri e Addi - "Pele e alma" 

http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2012/12/parte-89-um-homem-arabe-para-chamar-de.html

Parte 88°-Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Sem o Addi, a tristeza exata dos meus dias Parte1

Passando para dar um alo as amigas e amigos - Um homem árabe para chamar de seu

Part_87° Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - "Meu corpo templo do seu amor" Eu, homem, berbere, arabe...! 


Part_86° Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - "Güle Güle turkey" Voltando ao Marrocos - Livre arbitrio ficticio

Part_85° Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - "Usando do sistema contra o sistema" Ultimos dias na Turquia!

Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - Parte84° - " Vida traicoeira, pessoas traicoeiras!

Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - Parte83° "ATUALIZADA

 Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Parte 82° -"Loving a Real woman" - Amando uma mulher Real!

Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - Pt. 81° - "Minha sábia sogra marroquina" A mulher faz o Homem?

 Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - Pt. 80° - Creme "La mer"- das estrelas de cinema - Presente da cunhada "Creme berbere "


Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - "Nossa Paz" Pt. 79° " A Arte de Wai Ming - (música chinesaTian mi mi 甜蜜蜜 by Tereza Teng)

Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 78° A verdade sobre Tarek - "conquistar para dominar"

Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 77° " Recuperacao e emocao"

Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 76° " Beleza Padrao" A vida é uma passagem para a Realidade ou para a Ilusao?"


Um homem árabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 75° " de volta pros meus bracos" - Linda Croácia, canto das cigarras.

Vídeo da postagem 25 - "O Coreto" Um homem árabe para chamar de seu, um amante berbere.

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 74° " Baby on board - o amor da Faridah".

Um homem árabe para chamar de seu, um amante berbere - Addi e Fri - vídeo da postagem 43° - A Festa

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 73° " Aquele dia - de volta para Turqui"a.

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 72° " lost in love" Aconteceu na Argélia"

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 71° "Um dia feliz na Algeria- Argelia" "

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 70° "Porta do Paraiso" "

Primeiro vídeo Um homem arabe para chamar de seu, um amante berbere" postagem n° 1

Aviso as leitoras convidadas, postagem 69° ja está no novo blog

Um homem arabe para chamar de seu, um amante berbere - Fri&Addi - de volta ao grupo Part 69° - truques de pechincha,

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere Addi e Fri, AVISO, postagens seguintes apenas para leitoras convidadas !

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - Parte 68° "Dancing like berberes 2 parte "

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere - Fri&Addi - "Dancing like berber" um momento de intimidade no deserto - Parte 67° - atualizada

UM homem arabe para chamar de seu. Um amante berbere- Parte 66° - Fri&Addi- "o jogo da vida"

Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere _Fri &Addi, Parte 64° - Revelacoes, a grande conversa - eliminando duvidas

Um amante berbere, Um homem arabe para chamar de seu - Parte 62° - Fri & Addi - "Um mergulho nas lembrancas do deserto"

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere -Parte 61° - - Fri and Addi na Turquia, "Casulo da verdade"

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere -Parte 60° - - Fri and Addi na Turquia, No dia em que Addi sofreu o acidente

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere -Parte 59° - - Fri and Addi na Turquia- Faridah a bela!

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere -Parte 58° - - Fri and Addi - Edirne - visita a prima Faridah

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere -Parte 57° - - Fri and Addi - Istanbul - Fri e Pepe Le Pew

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere -Parte 56° - - Fri and Addi - Istanbul - A inveja

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere -Parte 55° - - Fri and Addi - Depois do deserto - Turquia

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere -Parte 54° - - Fri and Addi - Esclarecendo alguns pontos! - O encanto nos homens árabes!

Um homem árabe para chamar de seu. UM amante berbere. Parte 53° -Fri and Addi - saudades do Marrocos, quer casar com mulher arabe ou muculmana?

Um homem arabe para chamar de seu.Um amante berbere. Fri e Addi - Parte 52° - Percepcao!

Um homem arabe para chamar de seu, UM amante berbere - Fri e Addi in love, Marrocos - Parte 51° - O Amor! foi atualizada

Um homem árabe pra chamar de seu, Um amante Berbere - Parte 50°- Fri and Addi - Sentimentos, emocoes, amor no Caramanchaol!!

Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Berbere - Parte 49°- Fri and Addi - Ainda no deserto sozinha!

Um homem árabe pra chamar de seu, Um amante Berbere, Parte 48° - " Sonho que tive esses dias com o Addi" - Sandfish, Banho de areia no deserto!

Um homem árabe pra chamar de seu, Um amante Berbere, Parte 47° - " Eu, sozinha no deserto" - Fri and Addi - Marrocos


Um homem arabe para chamar de seu. Um amante Berbere, Fri e Addi - Marrocos - 46° Parte - Mais uma vez deserto - Separacao! amor arabe!

Um homem árabe para chamar de seu, Um amante Berbere, Fri e Addi Marrocos- Parte 45° - O tempo e a idade

Um homem árabe para chamar de seu, Um amante Berbere, Fri e Addi, Os cuidados de Nazira, Parte 44° - depilacao e lama marroquina! Marrocos

Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Berbere- Fri and Addi - Parte 43° - " " Addi e Fri - " A festa "

Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Berbere- Fri and Addi - Parte 41° - " " Addi e Fri - "em algum outro lugar"

Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Berbere- Fri and Addi - Parte 37° - " " Addi e Fri - Memorias - Quando Louise era uma meiga menina

ntinuo mais tarde a postare ate data de hj



embaixo com links abertos ate postagem 39


Passe o mause sobre a parte em que está escura, parece que nao tem nada, mas estao os links das postagens.... se clicar com o lado direito elas vao aparecer.


Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 1 parte
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 2°parte
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 3°parte
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 4°parte
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 5°parte - Relacionamento com homens arabes - cuidados
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 6°parte - Relacionamento com homens arabes - cuidados
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 7°parte - Relacionamento com homens arabes - O amor do homem arabe
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 8°parte - Kaftan, Amanaska-O amor do homem arabe
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 9°parte - noite no deserto.O amor do homem arabe
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 10°parte - Ainda no deserto, O amor do homem arabe.
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 12°parte - Sentindo calafrios no deserto, O amor do homem arabe.
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 11°parte - Dia feliz no deserto, O amor do homem arabe.
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem árabe para chamar de seu, Deserto do Marrocos- Um amante berbere 13°parte - Deixando o deserto, O amor do homem arabe.
14 - Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu - Deserto do Marrocos- Um amante berbere 14°parte - recuperacao, O amor do homem arabe.

15- Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu -- Amando no Marrocos, Loving a morrocan,Um amante berbere 15°parte O amor do homem arabe.

Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere, " O SIM " Parte 21° como satisfazer o homem arabe no amor
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu, de Um

Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu, Um amante berbere- Parte 18° Momentos juntos inesqueciveis. O amor do homem arabe!
amante berbere- Parte 17° Lady in red. O amor do homem arabe!
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere, " The Stalker" Parte 24° O amor do homem arabe
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere, " Na casa da Praia" Parte 23° O amor do homem arabe
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe para chamar de seu, de Um amante berbere- Parte 19° . O amor do homem arabe!
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere, " A outra " Parte 22° como satisfazer o homem arabe no amor
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem arabe pra chamar de seu- Um amante Bérbere-The Hang 20° parte - O amor do homem

Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere " A fuga" Fri and Addi - 29°Parte-Loving in Morocco
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere " الحقيقة - المخفية -A verdade - O oculto " Fri and Addi - 28°Parte-Loving in Moroc
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Bérbere 27° Parte - " O quarto secreto" - ùltimas postagens - Fri and Addi - Loving in Morocco!

Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Bérbere 25° Parte - "O coreto" - ùltimas postagens - Loving in Morocco!
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um homem árabe pra chamar de seu, um amante Bérbere 26° Parte - "belly dancers" - ùltimas postagens - Fri and Addi - Loving in Morocco!

Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere, " As Flores" أحبّك Parte 30° -Fri and Addi, Loving in Morocco.
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu-Um amante Bérbere- "A danca do acasalamento" Fri e Addi - Parte 31° Loving in Morocco
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu-Um amante Bérbere- "" Fri e Addi - Parte 32° Loving in Morocco
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu-Um amante Bérbere- " O úlitmo encontro " Fri e Addi - Parte 34° Loving in Morocco
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu-Um amante Bérbere- "" Fri e Addi - Parte 33° Loving in Morocco

Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere- Fri and Addi - Parte 39° - " " Addi e Fri - Memorias - Riad, Hammam - Marraquexe
40- http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/08/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_2699.html
41-

Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere- Fri and Addi - Parte 38° - " " Addi e Fri - Memorias - Ciúmes
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere- Fri and Addi - Parte 37° - " " Addi e Fri - Memorias - Quando Louise era uma meiga menina
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere- Fri and Addi - Parte 36° - " " Addi e Fri - Memorias - Jim o verdadeiro amigo
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu, Um amante Bérbere- Fri and Addi - Parte 35° - "A morte do meu DEUS do amor " Addi e Fri - Solidao
Amando no Egito,loving an egyptian II: Um Homem árabe pra chamar de seu-Um amante Bérbere- "Continuacao do dialogo" Fri e Addi - Parte 33° Loving in Morocco

60-http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.de/2011/11/um-homem-arabe-pra-chamar-de-seu-um_23.html

domingo, 2 de novembro de 2014

Parte 96° Um amante berbere, um homem arabe para chamar de seu -Fri & Addi - Falta titulo ainda!!!!

-
Protected by Copyscape Duplicate Content Penalty Protection The page s contents of this blog are protected - All rights reserved Todos os direitos reservados, proibido a copia! Do not copy.
Creative Commons License
http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.com/ by Fri Krupp is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a
Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License
  .







Alemanha começo de 2014- num dia sombrio de inverno, escuro, depressivo, sento-me para escrever...

Olá, amigas e amigos, como vão todos vocês?
Eu espero que estejam todos saudáveis e alegres!!

 Faz muito tempo que não apareço no blog, mas sempre penso nele, porém o tempo tem sido cruel comigo, ele encolheu desde que eu percebi que preciso dele para realizar mais coisas nessa vida.

Me deixa passar noticias minhas; quando eu conheci o Addi, fiquei mais alegre, suave e calma e isso tudo nos torna mais bonitos e luminosos, mas  após sua morte tudo mudou;  começou minha queda e confesso a vocês que tentei me recuperar, mas está muito difícil, eu quero viver, mas acho que meu subconsciente não está desejando muito do mesmo, devo ter criado um padrão no meu subconsciente de que a vida sem ele não vale a pena.

Desde que ele se foi engordei, apareceram várias doenças e acho que são todas reflexos de tristezas, solidão, dor ou  quaisquer outras emoções que ficaram presas e se tornaram doenças.

Quando eu estava com ele, juntos estávamos trabalhando a eliminação de vários paradigmas, crenças e limitações que eu tinha, mas eu ainda não tinha concluído, algumas coisas hoje me sinto livre graças a ele e sua persistência em me ajudar.

Mesmo assim, confesso que a pessoa que sou hoje em dia, eu mesma não a reconheço como sendo eu - a Fri que ele conheceu, esse corpo não parece meu, esse rosto não reconheço completamente.

Mas não me importo de esta vivendo como se eu estivesse dentro do corpo de outra pessoa, pois é assim como tenho me sentido desde sua partida - aprisionada dentro de mim mesma, dentro de algum lugar perdido.
 Não estou sendo pessimista ou negativa...eu quero sim mudar alguma coisa, mas não tenho conseguido.
Ou a minha tristeza é tão infinitamente maior que a minha vontade de me rê-transformar ou me trazer de volta, ou a própria vida queria que tudo terminasse assim mesmo.

A vida gosta de quem gosta da vida, gosta de quem gosta de jogar - isso é viver; aceitar os desafios, andar pra frente mesmo que o resultado do que se viveu ontem não ficou completo, não há tempo pros feridos, para lamentação, não há tempo para perder tempo com lamentações e feridas; se fizer isso ficará para trás, todo seu processo para alcançar pontos e sucesso e o seu objetivo final estará prejudicado...ah! o que é a vida senão uma grande arena, um grande palco onde encenamos o que as vezes nem mesmo queríamos ou queremos vivenciar, sentir, ter, ser, conhecer???

Muitas pessoas quando falo isso, me passam o discurso, aquele que eu não preciso ouvir delas, pois eu mesma faço a mim e não resolve.
Ele se desenrola sempre assim....você precisa ser forte, pensar positivo, deixar o passado, acreditar em deus, no cosmo, nas estrelas, nos mestres e....

Preciso mudar-me para mudar o mundo a minha volta, preciso amar a vida e dar a volta por cima, preciso ter forca de vontade , sei de tudo isso, mas o Addi não foi passado, Addi nunca poderá passar, se uma de vocês o tivesse conhecido saberia disso...é difícil esquecer ou deixar ir um grande amor vivido com um homem como ele, amor que teve um final que você nem sabe direito como acabou, que a culpa pode ter sido sua, que você não teve chances de saber mais, de falar mais, de sentir mais e tantas outras coisas inexplicáveis...

Olha, nada disso cabe dentro do que sou ou estou vivendo...eu fiz de tudo, acreditem...o que é possível eu fiz, tentei trabalhar o meu mental, mudar padrões, reprogramar-me, nada funcionou.
Nada funcionou até agora...

Procurei médicos para me ajudar, não encontrei, foram 5 anos tentando algum medico que me desse atencao, como citei algumas postagens atrás; sem dinheiro a minha vida não é mais a mesma coisa, não tenho acesso a bons médicos que eu tinha antes.

Não tenho possibilidades...portanto eu percebi que eu fiz minha parte e se nada aconteceu e que talvez seja algo fora do meu alcance...mas, não pense que eu não continuarei a tentar, sim eu irei...

Não tenho viajado muito, mas fui para dois lugares encantadores meses atrás, vou tentar postar algumas fotos, não prometo que vocês verão fotos minhas, estou bastante inchada e não gosto de passar uma imagem triste para vocês.
Então vou mostrar apenas do lugares bonitos, para que vossos olhos e corações tenham sempre boas imagens.
 



Alemanha 2014 - Outono

O outono alemão chegou... as folhas avermelhadas ou amareladas caem criando um tapete macio nas calcadas e ruas, alguns muros estão carregados de folhas vermelhas, tornando tudo a volta um show particular.
Da janela posso apreciar esse espetáculo de cores..o sol reflete nas folhas e enche tudo de magia colorida!
 Alguns dias atrás tentei parar um pouco, sentar-me e escrever um pouco mais sobre eu e o Addi, mas tenho estado tão ocupada que não me sobrou tempo para escrever.
Me sinto calma, tranqüila, acho que poderei escrever a vocês hoje, me sinto mais forte e cheia de algo que ainda não sei...pode ser contentamento??? pode!

Vou tentar agora, mas não prometo que farei a postagem completa hoje mesmo, deixo a postagem sem o título, assim poderão acompanhar, assim que já tiver o título final é porque eu a finalizei.
 Vamos voltar o tempo, naquele dia em que estávamos na sua lancha, quando eu nem mesmo sabia para onde estava indo...que importância tinha isso, hoje sei disso, com ele eu iria para qualquer lugar, hoje eu sei....





Continua amanha

sábado, 12 de abril de 2014

Parte 95° Um amante berbere, um homem arabe para chamar de seu -Fri & Addi - O Amor nunca acaba, adormece!












Protected by Copyscape Duplicate Content Penalty Protection The page s contents of this blog are protected - All rights reserved Todos os direitos reservados, proibido a copia! Do not copy.
Creative Commons License
http://amandonoegitolovinganegyptianii.blogspot.com/ by Fri Krupp is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.




Ainda no Barco em Marrocos






  Marrocos





O Salão do Barco era tão luxuoso, que eu nem quis imaginar como seriam as suítes.

 A minha implicância com o luxo, estava me deixando um pouco irritada; devido aos pensamentos "questionantes" e inquisitores que me cobravam uma resposta - por que eu estava ali, usufruindo de tanto luxo; onde há luxo há pobreza deixada pelo caminho, que esse luxo fez para poder existir.

Tinha até me esquecido, que aquele luxo - que no momento eu usufruía, o luxo que Addi possuía, não deixava tantos rastros de miséria e pobreza, pois ele sabia usar o que retirava do luxo em favor dos muitos que tinham sido deixado para trás.

O que ele conseguia do sistema, que o tornou desde que nasceu rico e vivendo dentro do luxo, ele aprendeu a mandar de volta -  o que pudesse - para o ponto de onde esse luxo teve  início ou qualquer outro ponto que beneficiasse os outros menos favorecidos.

  Eu sabia disso - bolas! por que então me sentia culpada, por que não aproveitava como qualquer pessoa, que não fosse eu, faria alegremente?
Simplesmente porque era Eu que estava ali, e Eu sou assim, não tem como me mudar.

Me levantei-me, queria andar, mas senti que minhas pernas pesavam como chumbo.
Tive tempo de chamá-lo e avisá-lo que me sentia mais enjoada ainda.
Ele veio em meu encontro e me ajudou a sentar-me mais confortavelmente numa das poltroninhas do salão do barco.





Addi me crivou de perguntas e atenção, queria se certificar que eu já estava melhor, ele precisava continuar a fazer suas coisas, até ali parece que somente eu estava ocupando seu tempo e atenção.

Eu tinha que me entreter com alguma coisa, tinha que deixá-lo um pouco com os outros e com seus afazeres, ele mal conseguiu entrar no barco e já teve que me acudir:

- O que é isso Fri, me perguntei, vamos lá, procura se segurar e sossegar essa ansiedade, nervoso ou seja lá qual nome for do piripaque que está te atacando....


E por isso deixei de novo minha mente se encher com pensamentos sem controle, os que chegassem seriam registrados e avaliados...e eles começaram a chegar aos montes, cada um maior e mais intrigante que o outro; alguns chegavam e se iam sem causar-me grandes impressões, mas, alguns chegaram raspando e, com garras poderosas se agarraram na minha cabeça, sacudiram-na e me tomaram por completo a atenção...




O cheiro que o vento trazia até minhas narinas, obrigaram minha cabeça a segui-lo, e esse seguimento acabava sempre: em agua, se olhasse para baixo ou em céu azul e brilhante, se eu olhasse para cima.

O brilho da água, aquele brilho espalhado - tilintante, piscante - parecendo diamantes que flutuavam no mar e piscavam salientes para mim, conquistaram minha atenção - mas a atenção não ficava atenta, ela se perdia quando muito olhava pro brilhar daqueles brilhos.

Enquanto eu olhava, os pensamentos se organizavam para ver qual deles iria querer ser formulado, verbalmente, e em silencio dentro da minha cabeça.

Um deles se agarrou e não desgrudou mais.. era a lembrança daquele dia,  quando Addi, numa certa manhã de céu azul e tempo bom, após nosso amor, nossos beijos e abraços; apaziguados e cansados, tivemos nossa hora de conversa...

Com um dos cotovelos na cama, seu braço sustentando a cabeça, seus olhos me fitavam ternamente - suas longas e macias mãos deslizavam sobre mim,  acariciando as formas do meu corpo...então, ele começou a me contar de algumas pessoas que ele havia conhecido.

Meus olhos a princípio seguiam o movimentar das suas caricias, mas pouco a pouco eu fui mergulhando no desfecho da sua narração.





Uma mulher e um homem que se conheceram, experimentaram as melhores emoções e encantos do amor, não puderam nunca mais se separar - casaram-se.

Durante muito tempo foram felizes, tiveram filhos e tiveram também problemas, como todos os casais tem, mas nada que o amor não suportasse.

Eram jovens quando casaram, foram criados em lares amorosos, tiveram uma boa criação, tiveram exemplos dos pais; vieram de lares felizes e queriam passar pros seus filhos as mesmas coisas que aprenderam no seio de suas famílias; todo amor, união, compreensão, entendimento e a razão para alimentar o amor dentro da família.

Mas, os tempos eram outros, na época de seus pais, o sistema não atacava tanto as famílias, não tornava os jovens tão descaradamente cínicos, agressivos, violento, perversos, maus-caracteres, desobedientes, rebeldes, delinqüentes etc.

A volta deles havia outro mundo, as pessoas pareciam estar enferrujando, deixando de ser humanos, a humanidade de cada um deles estava se deteriorando, diante de todo o mal que vivenciavam, que assistiam ou conheciam e, não faziam nada; assistiam simplesmente ou se integravam a tudo que o sistema oferecia; ofertas fascinantes, inebriante, convidativas, alucinógenas, tudo era mais fantástico quando seguia os padrões e ditados do sistema.

 Por mais que esse casal lutassem para que essa ferrugem não chegasse a eles, perceberam que ela também corroía a alma das pessoas, as relações, as situações - era contagiosa e aderente.

O casal começou a criar uma redoma em torno dos filhos, não queria que eles fossem atingidos, os filhos não entendiam as coisas muito bem, ficaram confusos no início, a vontade de ser ou fazer como outros jovens estava crescendo dentro deles, uma voz sensual e quente os chamava para os prazeres do mundo - mas, seus  pais estavam diminuindo o espaço livre - parecia que tudo começava a se espremer.

Mesmo assim, apesar de todos os apelos mundanos, os filhos tentavam não desobedecer, tiveram boa educação, sabiam que seus pais deveriam ter seus motivos e, queriam  e iriam confiar neles até o fim.

Não foi fácil nem pros filhos, nem pros pais, pareciam viver numa pequena ilha e em volta dela só havia lama e perigos.

Por sorte que uma das filhas conheceu um jovem em Harvard, de família rica, mas muito decente, afetuosa, com pais que também se preocupavam com os filhos nesse mundo em transformação, que desfiguravam a decência, as boas maneiras, o bom caráter e a moral.

Uma das filhas estava indo em bom caminho, isso tranqüilizou os pais, mas, ainda tinham os dois outros filhos.

Mas, todo o esforço deles para manter a família unida e amorosa foi recompensado, seus dois outros filhos seguiram os passos da primeira filha; ambos conheceram boas pessoas, ambos se encaminharam para finalização dos seus estudos e, para a busca de um caminho que os levasse a criar um bom futuro junto aos seus parceiros.

Filhos estavam salvos, mas...não sabiam porque alguma coisa tinha sido perdida nesse caminho, nessa batalha toda, eles não sabiam o que era, mas algo tinha mudado...o que mudou?

Foram eles que mudaram, foram as coisas que mudaram eles, o que tinha acontecido?

O casal que antes sempre dialogava, agora se sentiam cansados, não tinham mais forcas, a batalha contra o mal do sistema para proteger a família desgastou-os.

Também eles tiveram que resistir as tentações do sistema contra eles mesmos; suas ciladas, suas facilidades para os erros e falsos prazeres.

Em volta do marido: mulheres mais libertas, mais jovens, mais "dadas" - tudo foi novo, porém ele resistiu.

Houve as tentações nos negócios: pessoas ilícitas querendo levá-lo para outra meta que ele nunca tinha nem pensado; pessoas frias e calculistas se aproximavam, condenavam seu jeito conservativo, honesto - quadrado!

Para a esposa houve também uma grande batalha; a idade chegando, outras mulheres usufruindo do poder do dinheiro, mergulhavam nas facilidades que o sistema oferecia  para as que podem pagar.
Ela poderia se dedicar a recuperar a beleza, gastar com supérfluos, correr atrás do padrão que o sistema ditava que as mulheres precisavam seguir.

Mas, ela tinha consciência que eram apenas ilusões, se ela seguisse uma delas, tinha certeza que não conseguiria mais emergir à superfície, tinha que se manter integra para que seus filhos e seu marido também se mantivessem.
 Sensualidade rodava por todas as festas, luxo, brilho, negócios... o ambiente que freqüentavam por obrigação dos negócios, era como gosma que queriam aderir em suas almas...eles não permitiriam.

Então, eles realmente batalharam e ganharam, salvaram seus filhos, mas não saíram dessa inteiros - pelo menos era como estavam se sentido...e aos poucos foram se afastando, cada vez menos se abriam, se entregavam...o silencio devagar foi se intrometendo entre os dois.
Veio o vazio que ocupou o espaço entre eles, uma falta de atração física - será que o amor acabou?
Depois de tudo que passaram?

Mas, o sistema mostrava (e mostra) as pessoas que isso era normal, que o amor não é para sempre, que é moderno se divorciar, se separar, trair, ter amantes (algumas vezes o sistema ousa dizer que uma ou um amante ajuda na relação - apimenta - pura manipulação, mas muitos não detecta isso)

Ela entristecia-se ao pensar que o sistema de alguma maneira os venceu, eles estavam ali sendo comidos de dentro para fora...os dois iam se fechando, enquanto por dentro estavam sendo engolidos pela vitória do sistema...de alguma forma ele tinha vencido.

E ela e o marido pensaram que o amor tinha acabando...
Passou-se alguns anos...não se separaram, mas não se tocavam, ambos estavam murchando sem perceber.

Mas, no meio de toda essa inércia do amor na relação dessas duas pessoas, uma grande tristeza abateu o coração de todos os dois - ela estava doente.

A tristeza era imensa, mas serviu de forca para ambos; quando ele percebeu que iria perdê-la decidiu se aproximar.

Ele sabia que a doença dela chegou com os anos de tristezas, solidão - ainda que ambos estavam na mesma casa, ele sabia que ela poderia se curar. assim como pode se adoecer.
Bastava que ele a ajudasse a encontra de novo uma razão para viver...ele não deixaria a doença levá-la, não era hora deles se separarem.
Já tinham perdido muito, não iam agora perderem a eles mesmos!

E decidiram largar tudo, largar remédios, médicos, negócios - seus filhos poderiam ficar sem eles por um tempo, não perderiam o contato, apenas não iriam estar presente fisicamente.

Os filhos aprovaram a ideia dos pais e muito se alegraram de ver que seus pais ainda estavam unidos e não se deixaram corroer pelas "modernidade" do mundo (no mundo modernidade é sinonimo de promiscuidade, perversão, libertinagem, egoísmo, sadismo, vandalismo etc.)

O marido e ela se foram para bem longe do sistema, mesmo que usariam as coisas do sistema para sobreviver, não permitiriam que o sistema entrasse dentro de suas vidas, além do que eles permitiriam.

Ele pesquisou tudo sobre a doença da mulher, o que precisava para curá-la sem o uso de remédios, de médicos ou máquinas hospitalares.

Organizados e unidos se foram...se isolaram, e no meio da solidão, sem ninguém, sem outras pessoas, sem a competição entre as pessoas, sem as obrigações, sem a escravidão de horários e regras, sem as opiniões dos outros, eles descobriram que eles ainda eram os mesmos.

Eles pareciam ter mudados quando estavam ali dentro do sistema..mas, fora dele, se deram conta que eram os mesmo.
Ele a viu como se fosse a primeira vez, ela o viu como se ainda fosse aquele jovem impetuoso que a convenceu a segui-lo por toda a vida, que prometeu a ela seu amor eternamente.

O amor não acaba, o que acaba é a nossa confiança nele, a nossa crença de que ele acaba, foi nos dada  pelo sistema e aceita por todos nós sem relutância.

A crença de que o amor não é para sempre, torna o amor leviano, pois as pessoas pensam que ele não é para sempre, passam então a encarar o sexo como algo mais sólido e viável, dedicam-se a colecionar parceiros, se perdem tentando se encontrar ou encontrar alguém que seja o que eles querem.

Não amam mais as pessoas, mas sim o que elas possam oferecer, amam o que refletem nelas; muitas vezes esperam que as pessoas tenham o que elas mesmos não podem oferecer aos outros.

As vezes amam as situações que as pessoas as colocam, amam os momentos da moda que estão vivenciando, mas não amam umas as outras.

Addi me contou os detalhes da redescoberta desse amor -  e eu quis tanto que as pessoas soubessem que eu também acredito que o amor não acaba; adormece, se interioriza, se encrava no Ser de cada um, mas se o casal se isolar conscientemente, se dedicarem ele retorna com mais forca.

Não tem como recuperar (acordar) esse amor sozinha (o), se ela e ele não tivessem aceitado esse resgate do próprio amor que eles conheceram juntos, nunca poderiam ter sido novamente felizes.

 Então, se alguma de vocês do outro lado está em busca de outro homem, apenas porque acha que o amor acabou, pense melhor; reflita bem sobre o que vai fazer...

Para que trocar seu marido por algum " pretenso lover" da internet...somente porque ele parece trazer mais vida, porque parece ser mais eloqüente, porque fala mais de sexo, de amor, que te parecer mais linda, jovem e atraente. No inicio tudo é assim....

Se seu marido é bom, se é bom pai, se é um homem que não deixa faltar nada a família, vale a pena ser fiel, tentar lutar pela família e por essa relação.
Invista de novo na sua família, na sua relação, ensine seu marido isso, gostem de ser fieis, isso é bom, a fidelidade cria laços entre as pessoas, é esses laços são mais preciosos que ouro, por isso o sistema está ensinando a gente a destruir isso, pois assim não ficamos unidos, a família não se torna sólida, os jovens não terão mais boa orientação dos pais , o sexo vai ser libertino e trazer conseqüências cruéis para nós, mas que beneficia o sistema e seus subsistemas.

Para que investir em outra pessoa, quando você já tem uma ao seu lado?
A outra pessoa, a nova outra pessoa, pode se tornar pior do que a que você já tem...pode te proporcionar uma vida de pesadelos, de te dar apenas uns anos de ilusão e depois mostrar outra face.

Se você está procurando um motivo para viver, talvez esse motivo seja melhor e maior quando você repensar sobre a realidade do mundo em que você vive...com mente analítica reflita, pense e analise todos os aspectos de sua vida.

Você precisa pensar nas conseqüências de todas as suas atitudes, principalmente se você tem filhos; se não existir violência entre você e seu marido, repense, não deixe o fim chegar assim.
A família precisa ser preservada, o amor precisa ser valorizado, a união entre todos deve ser exercitada.





Continua....

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Série Sueca Anno 1790- Peter Eggers -A Place to call Home -Marta Dusseldorp Brett Climo



Preciso comentar sobre essas duas séries com vocês minhas amigas.
A primeira série é sueca, seus episódios tem continuação perfeita, não cai em contradições, os atores desenvolvem os personagens de maneira muito consistente. Aliás tem vários pontos nessa e na outra série abaixo (série australiana)  que desejo chamar atenção e ver se vocês percebem a mesma coisa que percebi - as mensagens e formação de opinião. Mas, não tenho tempo hoje, então  façamos assim, assistam e depois vamos pensar juntos...

mais fotos aqui:  whiterosewritings.blogspot.com

http://4.bp.blogspot.com/-FHZpsZiE_wU/Tv--2OCg0xI/AAAAAAAABAY/t3OopeX6d0g/s400/anno1790.jpg
Título Original: Anno 1790 Online 1 Temporada Legendado completa
Título Traduzido: Anno 1790 1ª Temporada Online Legendado Completa
Gênero: Drama
Lançamento: 2014
Qualidade do Video: 10
Qualidade do Audio: 10
Audio: Legendado
Assistir Seriado Anno 1790 Online 1ª Temporada Legendado Gratis Logo Abaixo.
Sinopse: Um drama policial de época produzido pela Suécia e conta com 10 episódios. Situada no final do Século 18, Johan Gustav Dåådh é um médico que voltou dos campos de batalha, assumindo um cargo na polícia de Estocolmo. Ateu, inspirado pelo Iluminismo e pela Revolução Francesa, ele se tornou republicano, adotando a linha de pensamento pregada por Voltaire: a formação de opiniões com base na lógica e na ciência. Mas sua maneira de ver o mundo não é compartilhada pelos demais colegas da polícia. A única que aceita suas opiniões é Madalena, esposa de Carl Walhstedts, seu oficial superior, com quem não tem liberdade de conversar sem comprometê-la diante do público. O trabalho de Dåådh consiste em investigar casos criminais utilizando seus conhecimentos médicos. Ele tem como assistente o oficial Simon Freund, um conservador com uma fé inabalável em Deus. Apesar das personalidades opostas, eles precisam encontrar uma forma de superar suas diferenças para solucionar os casos que investigam, mantendo uma relação à la Sherlock & Watson. A escolha do ano de 1790 como o período no qual a história é situada tem um motivo. Este foi o ano final da Guerra entre Suécia e Rússia, também marca o início do declínio das ideias iluministas, que seriam substituídas pelo romantismo. Assim, o ambiente proporciona à série a liberdade de apresentar situações que relacionam investigações de crimes com questões da existência humana (ciência ou fé), bem como questões políticas (república ou monarquia) e econômicas, com a desestabilização do país.
Esse site e o outro abaixo possuem essas séries
 http://assistironlineseries.com.br/assistir-anno-1790-1-temporada-online-dublado-legendado/
 
Assistir A Place to Call Home 1 Temporada, Dublado, Legendado, Download, Baixar, Episódios, Season, Episode, Online.

Sinopse:

Série australiana situada na década de 1950, acompanha a vida da enfermeira Sarah Adams. Após a morte do meio-irmão, Sarah retorna para a Austrália para cuidar da mãe com quem ela não convive há 20 anos. No navio, Sarah se envolve com os problemas da família Bligh, uma das mais poderosas de Inverness, uma região rural fictícia. Contratada para trabalhar para eles, Sarah acaba se envolvendo nos dramas pessoais de cada membro, enquanto tenta manter seus próprios segredos.
A série foi criada para ter três temporadas, todas situadas na década de 1950. Na primeira, a trama apresenta os personagens tentando fugir de seus problemas. A segunda apresentará esses personagens confrontando seus medos e segredos. Na terceira, o público verá de que forma eles convivem com as consequências.

http://www.seriesvideobb.com/2014/01/assistir-a-place-to-call-home-1-temporada-online.html



sábado, 29 de março de 2014

Amando no Egito fez em 2014 Dez anos Online

http://diabetesedesportes.com.br/2014/wp-content/uploads/2013/05/10anos-300x262.jpg
foto retirada daqui:  diabetesedesportes.com.br



Sim, 10 anos online, eu quis parar o blog, mas as amigas que gostam e o acompanham desde o primeiro blog (2004) pediram para não fazer.

Então, o avó de muitos outros blogs que contam suas historias de amor ou suas aventuras, está ficando velhinho, assim como a dona rs rs rs

Nao tenho tido tempo, mas assim que der, esse mes de Abril, farei algumas postagens sobre eu e o Addi.

Tudo de bom e novo para todos e todas nesse 2014,muitas experiencias, encontros, acontecimentos e realizacoes com qualidade em todos os sentidos.

Parabéns a todas  que sobrevivemos aos egípcios e seus truques!!!!
Parabéns para aquelas, que conseguiram firmar um casamento honesto com algum deles!!!!

Parabéns aquelas que fingem que não caíram numa cilada, que fingem que não perceberam que caíram numa cilada e, continuam fingindo que estão vivendo mil e uma noite com seu príncipe das arábias (infelizmente temos muitas meninas que sentem vergonha de revelar a verdade de suas condições nesses países, ou revelar a verdade do que sentem e vivem com seus maridos).

Parabéns aquelas que deram a volta por cima, mesmo depois que um deles deixou-as abatidas, envergonhadas, com auto estima baixa, com problemas financeiros, com o emocional destroçado.
Parabéns aquelas que deram uma voltinha no Egito, munidas de informação, conheceram um deles, tiveram a intuição ativada para perceber que eles são mestres no que fazem; usar as palavras para falar de amor, enfim, passearam e voltaram pros seus países se valorizando e ciente de merecem tudo de melhor.


 http://diabetesedesportes.com.br/2014/wp-content/uploads/2013/05/10anos-300x262.jpg

Parabéns aquelas que tiveram e tem a coragem de revelar sua real decepção e problemas que vivenciaram ou vivenciam após irem conhecer um deles.
 Parabéns aquela que está sofrendo nesse exato momento, por causa de um deles - sinta-se morrer agora para viver depois, ciente de que merece sim o Amor, mas não esse amor que te carrega para sacrifícios imensos.

Parabéns aquelas que tiveram tanta sorte e conseguiu um bom egípcio, um bom árabe e são felizes até hoje,que continuem assim, com todo o meu sincero desejo, que continuem assim, vivam para esse homem se ele é bom, faço o melhor por vossas famílias.

Parabéns aquelas que conseguiram dizer não a um deles - não viajaram, não enviaram dinheiro, não trocaram a vida delas por uma vida mais insegura do que a que já tinham.
Parabéns aquela que não faz blog incentivando outras a ir para esses países de olhos vendados (iludidas)

Parabéns aquelas que conheceram o "amando no Egito" antes de fazer seus blogues e mencionaram que antes de fazer o delas, conheceram o vovô de todos esses outros blogues.

Parabéns aquelas que nunca conheceram o "Amando no Egito" pois chegaram bem depois, estão dando seus passinhos ainda, estão conhecendo ainda esses homens,seus países/cultura e família, vivenciando essas experiências que soam tão novas, emocionantes e envolventes.
Tudo parece tão romântico e diferente, não é?

Parabéns a todas as minhas leitoras: secretas ou não secretas...
Obrigada pelo carinho
Abraços 
Fri

Blog protected , do not copie

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape